A substituição de casas populares de alvenaria, feitas pelo governo federal, por casas containers: uma medida possível

Autores

  • Luiz Felipe de Lima Centro Universitário Teresa D'Ávila - UNIFATEA
  • José Wilson de Jesus Silva, Dr. Centro Universitário Teresa D'Ávila - UNIFATEA

Resumo

Para resolver o problema do défiit habitacional, o governo adotou técnicas de construção de casas populares em larga escala com o menor custo possível, que resultou em moradias desumanas e de baixa qualidade. Estas são construídas com princípios projetivos semelhantes para qualquer tipo de região, tendo um programa de necessidades fio o que resulta em edifiações com uma arquitetura não humanizada, que se preocupa mais com o retorno fianceiro do que com o conforto de seu usuário. A fi de se obter habitações populares mais humanizadas e que consigam trazer uma maior qualidade de vida aos seus usuários, este trabalho se resume em estudar em quais possibilidades é possível haver a substituição do sistema construtivo de alvenaria, por casas de container e garantir construções humanizadas. Para isso foi desenvolvida uma tabela com vários aspectos de viabilidade que foram analisados por meio de pesquisa bibliográfia, além de um projeto arquitetônico simples desenvolvido no softare de modelagem 3D Sketchup que serviu de parâmetro para análise da viabilidade da substituição de casas de alvenaria por casas containers, que se mostrou viável apenas em cidades portuárias, ou em cidades próximas à região de portos.

Downloads

Publicado

2018-01-19

Edição

Seção

Artigos