O impossível como gesto de resistência

uso dos corpos, tessitura do sensível e a dança-teatro de Pina Bausch

Autores

Palavras-chave:

Tessitura do Sensível, Mídia, Uso dos corpos

Resumo

Partindo da constatação de que os corpos contemporâneos são cada vez mais regulados pelo binômio mídia-mercado, este artigo apresenta possibilidades de desconstrução desses corpos, a partir da obra da bailarina e coreógrafa alemã Pina Bausch. Para isso, realiza revisão teórica com o objetivo de evidenciar usos contingentes dos corpos, que não aqueles mediados por imagens midiáticas e pelo capital neoliberal, buscando reaver suas qualidades sensíveis e ético-políticas, à luz do conceito de inoperosidade (AGAMBEM, 2017), em diálogo com os gestos emocionais que emergem da dança-teatro de Pina. Ao fim, promove a análise de três espetáculos assinados pela artista, procurando identificar as intermitências do corpo suscitadas por sua dramaturgia.

Biografia do Autor

Saulo Rios, Universidade Federal de Minas Gerais / Doutorando

Doutorando em Comunicação Social na Universidade Federal de Minas Gerais (MG). Mestre em Comunicação e Temporalidades pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Ouro Preto (MG). Professor assistente da disciplina Seminários em Comunicação da PUC-MG. Pesquisador do grupo de pesquisa Quintais: cultura da mídia, arte e política (UFOP). E-mail: saulorios.comunicacao@gmail.com. Lattes: http://lattes.cnpq.br/5688419987709443. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-4885-1571.

Cláudio Rodrigues Coração, Universidade Federal de Ouro Preto

Doutor em Comunicação, meios e processos audiovisuais pela ECA/USP (SP). Professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Temporalidades e do curso de Graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Ouro Preto (MG). Líder do grupo de pesquisa Quintais: cultura da mídia, arte e política (UFOP). E-mail: crcorao@gmail.com. Lattes: http://lattes.cnpq.br/9969908683246890. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-1402-7787

Downloads

Publicado

2022-01-02

Edição

Seção

Artigos