O jornalismo infantojuvenil e o caso do Jornal Joca no Brasil

Autores

Palavras-chave:

jornalismo; educação; jornalismo infantojuvenil; Jornal Joca; leitura.

Resumo

O artigo é uma reflexão sobre o jornalismo infantojuvenil, discutindo a sua importância e pertinência dentro do sistema educacional. Como estudo de caso foi apresentado o projeto Jornal Joca, um jornal quinzenal editado no Brasil desde 2011, dedicado a trazer informações jornalísticas dentro de um projeto gráfico e linguagem adequadas a essa faixa etária e suas necessidades de informação.

O objetivo é discutir formas de uso de um jornal específico para crianças e adolescentes dentro de propostas pedagógicas que privilegiem a leitura e o desenvolvimento de habilidades de interpretação e reflexão sobre os fatos, relacionando com a história, com o momento presente e o que pode ser feito em relação ao futuro. O projeto Jornal Joca foi apresentado e analisado como um exemplo entre as possibilidades de aproximação do mundo da informação à realidade escolar.

Biografia do Autor

Luciana Cabral Teixeira Doneda, Università degli Studi di Macerata

Jornalista graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com mestrado em Letras/Estudos Literários pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e doutorado em Teoria da Informação e da Comunicação pela Università degli Studi di Macerata (Itália). Professora de Artes e atriz licenciada em Educação Artística com habilitação em Artes Cênicas pela Universidade do Rio de Janeiro (Uni-Rio) e especialização em Psicopedagogia (Universidade Positivo) e dublagem. Professora da Universidade Positivo até julho/2020, redatora de conteúdo de material didático da DTCom e agente cultural da Secretaria Estadual de Comunicação e Cultura do Paraná.

Downloads

Publicado

2022-01-02

Edição

Seção

Artigos